Apresentações

 

  

Webinar – Gestão de Riscos – Utilize as incertezas de seu projeto ao seu favor.

 

 

 

Como atingir os objetivos de seu projeto em meio a todas as incertezas relacionadas? Você trabalha com projetos? Se sim, sabe a dificuldade que é para se alcançar as metas definidas para um projeto. E você conhece a chave para lidar e superar estas incertezas? E mais… utilizar estas incertezas a seu favor?

Esta chave se chama gestão de riscos. É importante reconhecer o que desconhecemos, as nossas incógnitas, as nossas incertezas no projeto, pois desta forma podemos lidar com elas, e até tirar proveito. Um dos fatores que fazem com que um projeto falhe é desconsiderar incertezas e consequentemente não gerir os riscos de um projeto.

Uma abordagem moderna da gestão de riscos foca não só os riscos negativos, como também os riscos positivos, ou oportunidades para o projeto. É possível trabalhar de forma ativa no sentido de aproveitar estas oportunidades, ao invés de contar unicamente com a sorte?

 


 Webinar – Tutorial prático da análise dos pontos de função COSMIC de um app Google

 

    

 

Esta apresentação tem o objetivo de ilustrar o processo de medição com pontos de função pelo padrão COSMIC, através de um exemplo de um sistema real. O caso selecionado para esta demonstração é o aplicativo Alertas do Google (https://www.google.com.br/alerts?hl=pt-PT).

A apresentação iniciará com uma apresentação geral de conceitos do processo de medição com COSMIC e em seguida uma explicação rápida do funcionamento do Alertas do Google. E em seguida será apresentado o passo a passo da medição com pontos de função deste app do Google. 

 


 

 

Webinar – SNAP: O processo de avaliação não funcional de software

 

    

 

 

 

As estimativas ou contratação baseados em pontos de função consideram que a medição dos requisitos funcionais na visão dos usuários de negócio fornece a unidade para ratear todos os custos ou horas investidos em seu atendimento. Portanto, aqueles elementos de projeto ou atividades, que não estejam diretamente relacionados aos requisitos funcionais, tem que ter o seu custo rateado entre aqueles elementos que podem ser medidos pela APF.
Isso promove o benefício de simplificar o trabalho de medição, que é um ônus já que não produz diretamente software, mas aumenta o risco do fornecedor que deve propor um preço ou uma quantidade de horas por pontos de função médio para um processo cuja dispersão é muito alta… É possível em um mesmo contexto encontrar taxas de entrega de 1 HH/PF e 100 HH/PF. Uma das consequências disso é exatamente prejudicar a agilidade na medição pelos sucessivos pleitos e divergências no sentido de medir elementos de projeto que não são diretamente relacionados aos requisitos funcionais.
Uma alternativa à esse modelo é medir de maneira direta elementos de projeto que contribuam para essa variabilidade e que no mundo do IFPUG chama-se de maneira generalizada de “Requisitos Não Funcionais”. Para fins de avaliar esses requisitos não funcionais, o IFPUG desenvolveu o SNAP – Processo de Avaliação Não Funcional de Software.

 

A apresentação abordará os seguintes tópicos:

 

1. Requisitos de software: a estratégia de classificação de software, produto e projeto

a. Custeio de software pela apropriação direta de custos com a medição de requisitos funcionais
b. A necessidade de ir além da apropriação indireta com a medição dos requisitos não funcionais
c. Uma solução que mede parte dos requisitos não funcionais em conjunto com a APF
d. Framework de Medição de Requisitos não Funcionais do IFPUG
e. O que é SNAP e o Ponto de SNAP (SP)

2. Uma visão geral do Framework de Medição e suas Categorias e Subcategorias

a. O que é uma Categoria no SNAP
b. O que é uma Subcategoria no SNAP
c. A estrutura do Framework de Medição
d. A associação entre os RNF e o Framework de Medição por meio do projeto (como)
e. O que é a Unidade de Contagem SNAP (SCU)
f. Outros requisitos que afetam o esforço, desconsiderados na medição

3. Objetivos e benefícios do SNAP

a. Os objetivos considerados na definição do SNAP
b. Os benefícios esperados com a utilização do SNAP

 

 

 

 


 

 

Webinar – Requisito Funcional e seus níveis de granularidade Objetivo

  

    

 

Todo software possui duas dimensões de requisitos: a funcional e a não funcional. Os requisitos funcionais abordam o que o software fará para os seus usuários, em termos de tarefas e serviços. A especificação do requisito funcional pode ocorrer em diferentes níveis de granularidade. Observar esta granularidade é uma importante referência para conseguir elaborar melhor o trabalho de requisitos.

 

A apresentação abordará os seguintes tópicos:

  • Definição e exemplos de requisitos funcionais
  • Os níveis de granularidade do requisito funcional
    • Objetivo agregador
    • Objetivo de usuário
    • Objetivo de sub-função
  • Quando cada nível de granularidade é mais adequado
  • Quais as vantagens de se observar o nível de granularidade para:
    • O trabalho de requisitos
    • A Análise de Pontos de Função

Webinar – Engenharia de Requisitos: Software Orientado ao Negócio

  

    

 

Este webinar apresentou a Engenharia de Requisitos, destacando sua importância, explicando os diferentes tipos de requisitos e os grupos de atividades fundamentais. Os seguintes pontos serão abordados:

  • O que é a Engenharia de Requisitos
  • Qual a sua importância
  • Os tipos de requisitos:
    • Requisitos de Negócio
    • Requisitos das Partes Interessadas
    • Requisitos da Solução
    • Requisitos de Transição
    • Requisitos Funcionais
    • Requisitos Não Funcionais
  • Grupos de Atividades
    • Elicitação de Requisitos
    • Análise de Requisitos
    • Gestão de Requisitos 

Webinar – Aceitando o software: Como garantir a qualidade dos projetos de software

 

    

Neste webinar foi apresentado uma visão geral sobre os problemas encontrados para validação de software e algumas técnicas que podem ser utilizadas para garantir que o software foi implementado corretamente e atende as necessidades do usuário/cliente final.

Alguns pontos a serem abordados:

  • O Porquê do Aceite
  • Uma visão geral de como o Modelo MPS.Br entende a Aceitação
  • Uma visão geral sobre como a validação pode ser apoiada pela:
    • Revisões de Software – Visão Estática
    • Testes de Software – Visão Dinâmica 

 Webinar – Qual o nível de detalhe adequado para os requisitos?

 

     

  

Motivação: Qual o nível de detalhe adequado para uma especificação de requisitos? Esta é uma questão bastante pertinente e muito frequente de ser levantada durante o desenvolvimento de software.

Muitos creem que detalhar o máximo possível é a melhor estratégia. Outros, talvez influenciados por metodologias ágeis, acham que uma especificação de requisitos deve ser sucinta ou até dispensável. Porém, como boa parte das vezes, a solução não se encontra nestes extremos, mas em algum lugar entre eles. Esta apresentação visa discutir os fatores que devem ser considerados ao avaliar o nível de detalhe para a especificação. 

 


  

Webinar – Rastreabilidade de Requisitos

 

 

    

 

 

Motivação: Software está presente de forma cada vez mais intensa na realidade humana, ajudando a controlar operações tão complexas quanto uma missão espacial e procedimentos médicos de alta complexidade, como uma radioterapia.

Dada a criticidade na qual software está inserido em muitos casos, a exigência de qualidade e principalmente confiabilidade passar a ser cada vez maior. Não é exagero dizer que software controla vidas humanas. Portanto é importante que se utilizem técnicas mais profissionais para desenvolvimento e manutenção deste tipo de software.
O objetivo desta apresentação é apresentar a rastreabilidade de requisitos, desde sua definição elementar aos distintos tipos de rastreabilidade e quais benefícios a rastreabilidade pode trazer à gestão de requisitos.

 


 

 

 

Webinar – Protótipos: Um brinquedo valioso

 

    

 

Motivação:
A apresentação aborda o papel dos protótipos no desenvolvimento de software, principalmente na Engenharia de Requisitos. Os assuntos tratados são:

Definição de prototipação
Benefícios do uso de protótipos
O ciclo da prototipação
Estratégias de prototipação:

  • Alta x baixa fidelidade
  • Descartável x evolutivo
  • Escopo horizontal x vertical

Cuidados ao prototipar

 

 

 


 Webinar – A Certificação em Pontos de Função do IFPUG 

 

    

 

MOTIVAÇÃO 
Com o número cada vez mais crescente de empresas que utilizam o Ponto de Função, seja para estimar esforço, prazo, custo e principalmente para remunerar uma fábrica de software, o profissional de métricas qualificado cada vez mais se torna um componente fundamental. Visto que uma medição de projeto com um erro de apenas um ponto de função pode gerar uma diferença de remuneração na ordem de R$1.000,00.

Assim, dado o grau de criticidade de uma medição, estas empresas, sejam públicas ou privadas, buscam profissionais com um nível de conhecimento suficiente sobre a Análise de Pontos de Função de forma a evitar este tipo de falha. Uma forma de garantir um mínimo de maturidade sobre o assunto é buscar profissionais certificados pelo IFPUG (Grupo Internacional de Usuário de Pontos de Função).

 

OBJETIVO

O objetivo desta apresentação é abordar:

1. A Certificação CFPS/CFPP

  • O que é a certificação CFPS/CFPP do IFPUG?
  • Pré-requisitos
  • Filiação ao IFPUG
  • Validade da certificação
  • Programa de extensão
  • Custo para obter e manter a certificação

2. Exame de Certificação

  • Local, Duração, Idioma e Material de consulta
  • Conteúdo
  • Índice de acerto exigido
  • Resultado
  • Pedido de revisão
  • Dicas para preparação

3. Curso de preparação para o Exame

  • Modalidades
  • Conteúdo
  • Pré-requisitos
  • Percentual de aprovação
  • Custo, Garantia de aprovação e descontos
  • Depoimentos de ex-alunos
  • Créditos PDUs

 


 

   Webinar – A Certificação em Engenharia de Requisitos do IREB

 

   

  

A Engenharia de Requisitos é uma das disciplinas fundamentais na Engenharia de Software. E falhas no trabalho de requisitos geram consequências graves em todas as demais disciplinas do projeto.
Portanto o IREB – International Requirements Engineering Board – trabalha desde sua fundação em ações para destacar a importância da disciplina de requisitos para projetos de software.
Uma destas ações é o programa de certificação CPRE – Certified Professional on Requirements Engineerin, que será o tema desta apresentação.
Os assuntos a serem abordados são:

  • O que é o IREB?
  • Por que uma certificação profissional para engenharia de requisitos?
  • O que é a certificação CPRE?
  • O esquema da certificação e seu níveis
  • O exame no Brasil
  • Comentários sobre o exame CPRE-FLEstatísticas da certificação no Brasil e no mundo
    • pré-requisitos
    • conteúdo
    • custos
    • duração do exame
    • nota para aprovação
    • quantidade e tipos de questões 

   

Webinar- Caso Prático de Análise de Pontos de Função de um app Google

 

   

 

Esta apresentação teve como objetivo de apresentar através de um exemplo de um sistema real o processo de medição com pontos de função pelo padrão IFPUG. O caso selecionado para demonstração é o aplicativo Alertas do Google (ttps://www.google.com.br/alerts?hl=pt-PT).

A apresentação iniciará com uma apresentação geral de conceitos da Análise de Pontos de Função e em seguida uma explicação rápida do funcionamento do Alertas do Google. E em seguida será feita uma apresentação passo a passo da medição com pontos de função deste app do Google.

 

 


 

Webinar- Sizify: Uma plataforma web para estimar, medir e gerenciar automaticamente projetos de software em Pontos de Função

 

   

 

Todos os profissionais que trabalham com grandes contratos baseados em APF já se depararam com alguns problemas recorrentes, como a dificuldade de manter as Baselines atualizadas, muito tempo para levantar as informações necessárias para a contagem, retrabalho, perda de produtividade, excesso de reuniões de divergência, erros, inconsistências em planilhas, entre outros.

Diversos destes problemas são minimizados e até mesmo resolvidos quando se trabalha com uma ferramenta para medir e gerenciar as contagens.

Neste webinar foi apresentado como é o trabalho com uma Plataforma de Gestão e Medição de Análise de Pontos de Função. Os seguintes pontos serão abordados:

  • O que é o Sizify?
  • Porque utilizar uma plataforma de Gestão e Medição?
  • Principais Benefícios para a Organização
  • Navegação pelas principais Funcionalidades da Plataforma
  • Como a Plataforma se adapta aos Processos definidos
  • Dúvidas e Considerações Finais 

 

Webinar- Estimativas precisas: Soluções para o planejamento e controle de software

 

   

 

Aproveitar uma oportunidade de negócio hoje em dia está muito associado ao desenvolvimento, integração ou manutenção de software. Para tanto, decisões executivas devem ser tomadas sob a luz de riscos, custos de oportunidade, expectativas de prazos, investimentos, mobilização de esforço, níveis de qualidade e o escopo da solução que será atribuído ao software ou hardware.

 

A partir disso surge a pergunta: Como estimar quando o nível de informação não é suficiente para estimar a partir de atividades?

 

Quando uma estimativa é fornecida como uma certeza e não como uma chance, ela é muito mais próxima a uma profecia – algo quase religioso – ou então uma promessa – algo típico da política. Ambos os casos distanciam-se de um ato técnico que deveria ser apresentado como um intervalo associado a uma chance ou como uma estimativa pontual seguida da probabilidade de ser subestimada ou superestimada.

 

Fornecer estimativas quando ainda não é possível estimar a partir de atividades, como no planejamento do projeto ou em tempo de anteprojeto, costuma ser um desafio à TI.O Método IFPUG (e os métodos da NESMA ou COSMIC) permitem aproximar o tamanho funcional das informações disponíveis. Contudo, sem qualquer esquema de classificação quanto ao tamanho e tecnologia, a variabilidade é inaceitável! É um importante fator de custo; contudo não é o único e nem tão pouco a derivação do esforço ou prazo a partir do tamanho segue uma simples proporção.

 

No final deste webinar, os participantes serão capazes de entender a dinâmica descrita e entender como pontos de função e COCOMOII podem se integrar para produzir estimativas mais confiáveis e técnicas… que sim podem ser usadas para fins políticos como a determinação de uma meta ou o centro de compromissos assumidos entre as partes interessadas.

 

Material prezi: https://goo.gl/9VaK25

 


 

Webinar: Uma visão geral sobre Testes Exploratórios

 

    

 

 

 

Neste webinar foi apresentada uma visão geral sobre testes exploratórios. Apesar de não ser uma estratégia tão recente, ainda não apresenta muitos adeptos nos projetos de desenvolvimento no Brasil. No entanto, é uma prática importante e com bastante retorno se aplicada corretamente.

Alguns pontos a serem abordados:

  • O que são testes exploratórios?
  • Mitos sobre Testes Exploratórios
  • Heurísticas utilizadas 
  • Algumas tipos de sessões de testes exploratórios
  • Ferramentas de apoio 
  • Empresas que utilizam a prática

 

  Webinar: Análise de Pontos de Função – Medição e Estimativa de Software

    

 

A ideia é mostrar uma visão geral da Análise de Pontos de Função (o que é, como surgiu, quais os objetivos, como funciona) e de seus principais usos pelo mercado (estimativas, contratos de software, gestão de projetos, geração de indicadores).

 

  

 


 

 

 

Webinar: Gestão de Riscos: como lidar com as incertezas do Projeto?

 

    

 

Gerir projetos está sempre relacionado a muitas incertezas, uma vez que um projeto por definição é uma empreitada única, ou seja, nunca foi feita antes, pelo menos não em sua totalidade. Incertezas, ou seja, eventos que podem impactar o projeto são riscos. Imagine entregar um estádio para a Olimpíada APÓS a Olimpíada? Ou não avaliar totalmente os riscos do lançamento de um foguete ao espaço e o mesmo explodir? Como podem ver, não gerenciar riscos pode ser um grande problema, pois para ter sucesso em um projeto, onde muitas vezes milhões ou até bilhões estão em jogo, o fracasso não é uma opção. Gerenciar riscos neste contexto está diretamente relacionado ao atingimento dos objetivos de um projeto, buscando sempre eliminar ou minimizar a probabilidade de ocorrência de eventos negativos ou buscando diminuir seus impactos e aumentar a probabilidade de eventos positivos ou os impactos destes no projeto. Gerenciar riscos assim, se torna um dos fatores críticos para o sucesso de projetos.

 

  

 


 

 

 

 Webinar: Estimativas de Software com o COSMIC

 

    

 Esta sessão tem por objetivo realizar uma estimativa de baixo para acima e inviável quando não está disponível a estrutura de projeto e estimar apenas com base em uma analogia e subjetivo demais para os objetivos de negócio atuais. Além disso, não se pode aprender com os erros passados. O objetivo deste artigo é apresentar o método de medicão do tamanho funcional do COSMIC e apresentar uma proposta para derivar unidades de produto a partir dos requisitos funcionais do usuário em diferentes representações.

  


 

 Webinar: O Padrão de Estimativas de Projetos do PMI

 

  

 

Esta sessão tem por objetivo apresentar a abordagem do padrão prático do PMI para estimativas dos projetos de software. As questões a serem abordadas são:

  • Princípios e Conceitos
  • Preparação das estimativas
  • Criação de estimativas
  • Gestão de estimativas 
  • Evolução do processo de estimativas
 

 

 

Webinar: Análise de Pontos de Função – Medição e Estimativa de Software

 

 

 

 

Esta apresentação mostra uma visão geral da Análise de Pontos de Função (o que é, como surgiu, quais os objetivos, como funciona) e de seus principais usos pelo mercado (estimativas, contratos de software, gestão de projetos, geração de indicadores).

 

 

 

Webinar: Gestão de Riscos: Como lidar com as incertezas do projeto?

 

  

 

 

Gerir projetos está sempre relacionado a muitas incertezas, uma vez que um projeto por definição é uma empreitada única, ou seja, nunca foi feita antes, pelo menos não em sua totalidade. Incertezas, ou seja, eventos que podem impactar o projeto são riscos. Imagine entregar um estádio para a Olimpíada APÓS a Olimpíada? Ou não avaliar totalmente os riscos do lançamento de um foguete ao espaço e o mesmo explodir? Como podem ver, não gerenciar riscos pode ser um grande problema, pois para ter sucesso em um projeto, onde muitas vezes milhões ou até bilhões estão em jogo, o fracasso não é uma opção. Gerenciar riscos neste contexto está diretamente relacionado ao atingimento dos objetivos de um projeto, buscando sempre eliminar ou minimizar a probabilidade de ocorrência de eventos negativos ou buscando diminuir seus impactos e aumentar a probabilidade de eventos positivos ou os impactos destes no projeto. Gerenciar riscos assim, se torna um dos fatores críticos para o sucesso de projetos.


O objetivo desta apresentação é abordar:

  • Por que Gerir Riscos?
  • O que são riscos?
  • Objetivos da gestão de riscos
  • Principais Conceitos
  • Ciclo da Gestão de Riscos
 

 

Webinar: Desafios na Contratação de Serviços de Desenvolvimento de Software utilizando Métodos Ágeis

 

  

A popularização do uso das metodologias ágeis no mercado nacional e internacional, aliado às frequentes insatisfações na contratação de fábrica de software baseada nas metodologias tradicionais levou instituições públicas e privadas a entender ser possível obter melhores resultados com o uso de metodologias ágeis. Contudo, a implantação de mudanças relacionadas ao modelo de desenvolvimento de sistemas implica na adoção de cuidados especiais para que a iniciativa não seja frustrada.

 

Apresentamos neste Webinar alguns pontos de atenção e recomendações (direcionadores), frutos de trabalhos de consultoria que prestamos à alguns de nossos clientes, que podem ajudar o participante a lidar com os principais desafios na contratação de serviços de desenvolvimento de software usando métodos ágeis. Dentre eles, destacam-se:

  • O modelo de fábrica de software é compatível com a abordagem Ágil?
  • O gerenciamento do escopo e remuneração: Posso usar Pontos de Função para remunerar meu fornecedor?
  • Rotatividade e retenção do conhecimento
  • Papéis e responsabilidades
  • Entregáveis: quantos e quais?
  • Acordo de Nível de Serviços
 
 

 

Webinar: Inventário dos Ativos de Software como Instrumento para Aumentar a Governança de TI

 

 

Neste Webinar se apresenta um estudo de caso do projeto de levantamento e estruturação do baseline de funções em uma instituição bancária. Apresentamos as vantagens e benefícios obtidos pela organização, bem como oportunidades de evolução de seus processos e mecanismos de governança de TI.

  

 

 

Webinar - Teste de Software: Uma Visão Tradicional e Ágil

 

 

  

Neste webinar será apresentada uma visão geral sobre a área tradicional de testes de software e depois será feito um paralelo com a visão de testes agéis. Adicionalmente serão mostradas algumas etapas possíveis para a migração da abordagem tradicional de testes manuais para uma visão mais automatizada e ágil.

 

Alguns pontos a serem abordados:

  • O que é teste?
  • Uma visão geral da abordagem tradicional de Testes
  • Uma visão geral da abordagem de Testes Ageis
  • Estratégia para migração da abordagem tradicional para abordagem Ágil

 


 

 

 Webinar - Implantação da Análise de Pontos de Função

 

 

  

Neste webinar os participantes serão capazes de entender sobre Implantação da APF nas empresas, boas práticas do seu planejamento, dicas para obter sucesso naImplantação e todas as informações necessárias sobre este assunto.

 

Abordaremos:

  • O planejamento na institucionalização da Análise de Pontos de Função
    • Relacionar os principais componentes nesse planejamento
    • Dicas sobre iniciativas que tem se mostrado positivas
  • Os pilares da Implantação da APF nas empresas
    • Processos
    • Pessoas
    • Organização

 

 

Webinar - Aceitando o software: Como garantir a qualidade dos projetos de software

 

 

 

Neste webinar serão apresentadas uma visão geral sobre os problemas encontrados para validação de software e algumas técnicas que podem ser utilizadas para garantir que o software foi implementado corretamente e atende as necessidades do usuário/cliente final. Alguns pontos a serem abordados:

  • O Porquê do Aceite
  • Uma visão geral de como o Modelo MPS.Br entende a Aceitação
  • Uma visão geral sobre como a validação pode ser apoiada pela:
    • Revisões de Software – Visão Estática
    • Testes de Software – Visão Dinâmica 

 

 

 Webinar - Desafios e soluções para trabalhar com Requisitos de Software

 

 

 

Neste webinar são apresentadas as armadilhas mais comuns quando se trabalha com requisitos, a fim de preparar o analista para para resolvê-las e superá-las. As dificuldades são:

  • A comunicação
  • O acesso a partes interessadas
  • Os usuários que não sabem o que querem
  • Requisitos implícitos
  • Alterações
  • Conflitos
  • Participação
  • A resistência à mudança
  • Os usuários que não dominam o seu negócio
  • Os clientes que não lêem a especificação de requisitos

 


 

 

Apresentação: Realizada na I SEMANA TIC - Métricas para contratação de desenvolvimento de software

 

 

  

O consultor da Fatto, Guilherme Simões, apresentou a palestra "Métricas para contratação de desenvolvimento de software" na I Semana Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação. Foi uma semana de palestras e apresentações, buscando aproximar a sociedade do governo.

 


 

 

 Webinar - Estimativas precisas: Soluções para o planejamento e controle de software (pdf)

 

 

 

Aproveitar uma oportunidade de negócio hoje em dia está muito associado ao desenvolvimento, integração ou manutenção de software. Para tanto, decisões executivas devem ser tomadas sob a luz de riscos, custos de oportunidade, expectativas de prazos, investimentos, mobilização de esforço, níveis de qualidade e o escopo da solução que será atribuído ao software ou hardware.

 

A partir disso surge a pergunta: Como estimar quando o nível de informação não é suficiente para estimar a partir de atividades?

 

Quando uma estimativa é fornecida como uma certeza e não como uma chance, ela é muito mais próxima a uma profecia – algo quase religioso – ou então uma promessa – algo típico da política. Ambos os casos distanciam-se de um ato técnico que deveria ser apresentado como um intervalo associado a uma chance ou como uma estimativa pontual seguida da probabilidade de ser subestimada ou superestimada.

 

Fornecer estimativas quando ainda não é possível estimar a partir de atividades, como no planejamento do projeto ou em tempo de anteprojeto, costuma ser um desafio à TI.O Método IFPUG (e os métodos da NESMA ou COSMIC) permitem aproximar o tamanho funcional das informações disponíveis. Contudo, sem qualquer esquema de classificação quanto ao tamanho e tecnologia, a variabilidade é inaceitável! É um importante fator de custo; contudo não é o único e nem tão pouco a derivação do esforço ou prazo a partir do tamanho segue uma simples proporção.

 

No final deste webinar, os participantes serão capazes de entender a dinâmica descrita e entender como pontos de função e COCOMOII podem se integrar para produzir estimativas mais confiáveis e técnicas… que sim podem ser usadas para fins políticos como a determinação de uma meta ou o centro de compromissos assumidos entre as partes interessadas.

 


  

 

Webinar - Gestão de Riscos: como lidar com as incertezas do projeto?

 

 

Gerir projetos está sempre relacionado a muitas incertezas, uma vez que um projeto por definição é uma empreitada única, ou seja, nunca foi feita antes, pelo menos não em sua totalidade. Incertezas, ou seja, eventos que podem impactar o projeto são riscos. Imagine entregar um estádio para a Olimpíada APÓS a Olimpíada? Ou não avaliar totalmente os riscos do lançamento de um foguete ao espaço e o mesmo explodir? Como podem ver, não gerenciar riscos pode ser um grande problema, pois para ter sucesso em um projeto, onde muitas vezes milhões ou até bilhões estão em jogo, o fracasso não é uma opção. Gerenciar riscos neste contexto está diretamente relacionado ao atingimento dos objetivos de um projeto, buscando sempre eliminar ou minimizar a probabilidade de ocorrência de eventos negativos ou buscando diminuir seus impactos e aumentar a probabilidade de eventos positivos ou os impactos destes no projeto. Gerenciar riscos assim, se torna um dos fatores críticos para o sucesso de projetos.

 

O objetivo desta apresentação é abordar:

  • — Por que Gerir Riscos?
  • — O que são riscos?
  • — Objetivos da gestão de riscos
  • — Principais Conceitos
  • — Ciclo da Gestão de Riscos

 

 Apresentação: Realizada no Capítulo de São Paulo do IIBA (17/03/2015) - Como medir a Análise de Negócio

 

 

Estimar ou prescrever o esforço a ser investido na Análise de Negócio ou realizar projeções sobre o retorno desse investimento em organizações que a tem adotado se apresenta como uma das incógnitas em sua gestão ou, pelo menos, um grande desafio. Como estimar, contabilizar, vender e convencer os patrocinadores a implantar a gestão na Análise de Negócio: Esse foi o objetivo desse encontro por meio da discussão na forma de uma mesa redonda, com a participação ativa e efetiva da audiência e um expert no assunto, o sócio-fundador da FATTO Carlos Eduardo Vazquez

 

Análise de Negócio, se vista como uma função, tem se dividido em no mínimo dois perfis de trabalho bem diferentes e com exigências, competências e níveis de esforço específicos. Aqueles que se enquadram em um primeiro perfil tem como objetivo o desenvolvimento e gestão dos requisitos de uma solução a partir do entendimento e clarificação das necessidades do negócio; garantindo que o trabalho não se desvie dos objetivos definidos ao longo desse processo. Normalmente, software é um dos principais componentes dessa solução atualmente. Para esse cenário, existem métricas e técnicas muito maduras e bastante aplicadas na estimativa ou prescrição do esforço alocado à sua execução como, por exemplo, a Análise de Pontos de Função do IFPUG, da NESMA e do COSMIC; o COCOMOII (Constructive Cost Model); PERT; Simulação de Monte Carlo e Controle Estatístico de Processos.

 

O outro perfil é típico de um consultor quando atua na facilitação e de um executivo ou gestor quando atua na execução. Ele compreende o trabalho associado à identificação das necessidades de negócio, validação da solução quanto a ela atender aos objetivos definidos e a avaliação e encaminhamento das medidas necessárias para a organização estar pronta para acomodar a solução e a mudança que ela introduz. A medição nesse espaço ainda deve ser melhor explorada. O primeiro passo e o mais difícil é identificar os componentes de custo e, depois disso, pensar na métrica mais adequada e no modelo de custeio em que esses elementos se inserem.

  

Caso deseje acesso à narração do material, clique aqui. Os tópicos tratados estão disponíveis para consulta no quadro a seguir. 

 


  

 

Webinar: Gestão de Requisitos: O Calcanhar de Aquiles dos Projetos

 

 

 

Um baixo desempenho na gestão de requisitos tem impactos desastrosos sobre o sucesso de um projeto. De acordo com o PMI, dos projetos que fracassam, 47% deles tem como causa raiz uma gestão de requisitos deficiente. Apesar de toda esta importância, esta é uma área de conhecimento comumente negligenciada na formação dos profissionais responsáveis por projetos.

 

O objetivo desta apresentação é abordar:

  • O que é a gestão de requisitos
  • A relação da gestão de requisitos com a gestão de projetos
  • Qual a importância da gestão de requisitos para os projetos
  • As dificuldades comuns ao lidar com requisitos
  • Os processos principais da gestão de requisitos
  • O novo programa de certificação do PMI: Professional in Business Analysis (PBA)

  


 

 

 

Webinar: Como realizar entrevistas eficazes

 

 

A entrevista é uma das técnicas mais comuns e com melhor relação de custo benefício na etapa de levantamento/elicitação de requisitos.

Muitos analistas se descuidam, e não se prepararam adequadamente para efetuar entrevistas, e as convertem em reuniões infindáveis, que geram apenas perda de tempo.

O propósito desta apresentação é fornecer um conjunto de diretrizes que orientem o planejamento e execução de uma entrevista. Assuntos a abordar: 

- O que é uma entrevista para obtenção de requisitos
- Diretrizes fundamentais para uma entrevista eficaz
- Habilidades necessárias para um entrevistador
- Principais erros cometidos em entrevistas
- Fatores que inibem o entrevistado
- Preparo da entrevista
- Preparo do roteiro
- Formatos da entrevista
- Tipos de questionamentos
- Formas de registro
- Vantagens e desvantagens

Este é um dos assuntos abordados em nosso curso: Engenharia de Requisitos: Software Orientado ao Negócio -http://www.fattocs.com/pt/cursos/noss...

 


 

 

Webinar: Cosmic - A Nova geração da APF

 

 

O objetivo é apresentar uma breve introdução do método do Common Software Measurement International Consortium (COSMIC): 
- Aplicabilidade;
- Requisitos funcionais e não funcionais do usuário
- O modelo de contexto de software do COSMIC
- O modelo geral de software do COSMIC

Ao longo de todo evento teremos oportunidade de comparar o método do COSMIC com os do IFPUG. 

Este tema é abordado com mais profundidade no curso: http://www.fattocs.com/pt/cursos/noss...

 


 

 

Webinar: Projeto com qualidade começa com requisitos de qualidade



 

Assuntos abordados:

Por quê preocupar-se com qualidade em requisitos?
O que é qualidade?
O que é requisito?
A especificação de requisitos
O papel da especificação de requisitos no projeto
Qual o nível de detalhe adequado para a especificação
Critérios de qualidade desejados para a especificação
Atividades que asseguram uma especificação de requisitos com qualidade


Este assunto é parte do conteúdo do nosso curso Engenharia de Requisitos: Software Orientado ao Negócio 

 


 

 

Análise de Pontos de Função – Medição e Estimativa de Software

 

 

Esta apresentação foi realizada no dia 19/01/2015 em webinar promovido pela Fatto e apresentado por seu consultor Augusto Pinheiro. Ela mostra uma visão geral da Análise de Pontos de Função (o que é, como surgiu, quais os objetivos, como funciona) e de seus principais usos pelo mercado (estimativas, contratos de software, gestão de projetos, geração de indicadores).

 


 

 

Integração do Desenvolvimento Ágil com a Governança Corporativa de TI Usando Métricas Funcionais

 

 

Nesta apresentação, realizada em 13/11/2014 em Brasília/DF no evento "Métricas 2014", Carlos Vazquez apresentou a estratégia de implantada na ITAIPU Binacional para conciliação do desenvolvimento Ágil com as exigências de Governança Corporativa; onde foram estabelecidos planilhas de acompanhamento de ordens de serviço, planilhas de medição alinhadas ao modelo, instruções técnicas, regras e procedimentos para planejamento e acompanhamento da contratação de maneira alinhada à IN04 mantendo os princípios do manifesto ágil.

 

 

Veja os comentários do autor no post sobre o assunto no Blog corporativo da FATTO.

 


 

 

Gestão de Requisitos: o calcanhar de Aquiles dos Projetos - Apresentado no PMI-ES em Setembro/2014.

 

 

Em 24 de Setembro de 2014 o consultor da Fatto, Guilherme Simões, apresentou a palestra "Gestão de Requisitos: o calcanhar de Aquiles dos projetos" no 10º Seminário de Gerenciamento de Projetos do PMI-ES. 

 

De acordo com o PMI, dos projetos que fracassam, 47% deles tem como causa raiz uma gestão de requisitos deficiente. O objetivo desta apresentação é abordar:

 

- O que é a gestão de requisitos
- A relação da gestão de requisitos com a gestão de projetos
- Qual a importância da gestão de requisitos para os projetos
- As dificuldades comuns ao lidar com requisitos
- Os processos principais da gestão de requisitos
- O novo programa de certificação do PMI: Professional in Business Analysis (PBA)

 

 


 

 

Quanto pagar por um ponto de função? - apresentado Assespro-ES Setembro/2014.

 

A palestra abordou os seguintes tópicos: - Qual a importância de conhecer precificação de ponto de função?, - O que é ponto de função?, - Modelo Básico de Precificação, - Alguns fatores que influem no preço, - Exercício de custo do PF, - Paradoxo do preço baixo com produtividade baixa, - Importância das medições corretas e foi apresentada por Guilherme Simões.

 

 


 

 

  Métricas para Contratação de Fábrica de Software - Pontos de Função - apresentado no ENCOSEP TI Agosto/2013 

 

Discute como (e por que) a Análise de Pontos de Função (APF) tornou-se uma opção interessante para contratos de serviços de software. Aborda-se também como a APF funciona, o modelo de custeio baseado em PFs, dificuldades para transição e benefícios em pontencial. Apresentação feita por Guilherme Simões no Encontro sobre Contratação de Produtos e Serviços de TI na Administração Pública realizado em São José dos Campos em Agosto de 2013 promovido pelo Centro de Computação da Aeronáutica (CCA-SJ).

 


 

 

  Estimativas de Software com Pontos de Função - apresentado na FUMSOFT Maio/2012 

Aborda como se pode utilizar o tamanho medido em pontos de função nas estimativas de esforço e custo de projetos de software. Apresentado por Guilherme Simões no Intercâmbio Empresarial da FUMSOFT em Belo Horizonte em Maio/2012.

 


 

 

Quanto Pagar por um Ponto de Função - evitando que o Barato saia Caro. Novembro/2011

 

 

Apesar da diversidade de critérios para a medição da produção de software, a tendência é ela que ela seja feita na perspectiva de seus resultados e a medida que tem se tornado o padrão de fato é o ponto de função. Num cenário como esse, contar pontos de função acaba por ser como contar dinheiro. Portanto, é imprescindível entender os fatores que afetam o custo desta unidade e obter referências que possam auxiliar na avaliação de um preço que seja adequado ao contexto de cada um. Esta apresentação abordará o papel do profissional de métricas e propostas de solução no plano da gestão para problemas como:

 

  • Ao iniciar um contrato em pontos de função, qual faixa de preço viabiliza entregas de qualidade e tempestivas?
  • Por que existem preços na ordem de R$100,00 / PF e outros a mais de R$1.000,00 / PF; como evitar pagar R$ 1.000,00 R$ / PF por um serviço de R$ 100,00 / PF e vice-versa?
  • Quais fatores afetam estes preços e como podem (e devem) ser considerados?
  • Quais consequências podem surgir ao se estabelecer um contrato sem uma análise de preço e qual a importância do profissional de métricas quando isso não acontece?
  • O que é um preço exequível para o meu contrato?

Aqui pode também ver o roteiro da apresentação.

 


 

 

  Estimativas de software fundamentos, técnicas e modelos... e o principal, integrando isso tudo!, na Fundação Carlos Alberto Vanzolini em 13 de dezembro de 2010. 

Como usar de forma consistente PF, COCOMO II, Simulação de Monte Carlo e seu bom senso em estimativas de software. Você sabe estimar? nestas apresentações estão as Dificuldades ao Estimar: Ambigüidade, volatilidade ou falta de clareza, Falta de medições adequadas, Falta de referências válidas, Visão distorcida do que seja estimar, A ordem de grandeza daquilo estimado. Apresentação por Carlos Eduardo Vazquez sobre a Análise de Pontos de Função e a Análise de Negócio com a facilitação da Sra. Suzandeise Thomé realizada na Fundação Vanzolini em 14/09/2011 no encontro do Chapter São Paulo do IIBA.  Dentro do conteúdo desta apresentação você pode encontrar as respostas para perguntas: O que é estimativa?, O que se precisa para estimar?, também conteúdo relacionado com o Processo genérico de estimativas, Medida de tamanho do produto, O modelo básico de estimativa de esforço com PFs, Qual indicador Horas/PF usar, APF para microestimativas e Evolução de Escopo.

 


 

 

  Software na medida certa: desmistificando pontos de função - apresentado no III Simpósio de Gestão Pública e TI do Governo de Pernambuco, em 01 de dezembro/2010

 

Você pode encontrar nesta apresentação uma introdução ao conceito da Análise de Pontos de Função, O que é medido pela APF, O que NÃO é medido pela APF, Para que serve o tamanho medido em PFs?, Derivar indicadores do processo de desenvolvimento e manutenção, Comparar software e processos (benchmarking), Apoiar gestão do projeto de software, Estimar custo, esforço de projetos de software, Unidade de medição de contratos de software, Benefícios e vantagens do tamanho em PF.

 


 

 

  Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI - apresentado no ISMA Cinco, em 15 de setembro/2010 

 

Definição do Núcleo de Métricas e a Governança de TI; Implantação da APF – Processo e Pilares e um estudo de Caso: com a apresentação da Organização; os Resultados, Dificuldades e Boas Práticas; as lições Aprendidas; e os Próximos Desafios.

 


 

 

  APF - Fundamentos, aplicação como base para medição em contratos de software e as diferenças nas suas aplicações em estimativas - apresentado na 9ª Jornada Goiana de Engenharia de Software, Setembro/2009 

 

Em quais termos a função do software é definida pelo IFPUG, Qual o papel do analista de métricas:  Uma (já não tão) nova profissão: Identificar as funções do software de acordo com as regras, Classificar as funções conforme o tipo, Classificar as funções conforme a complexidade e obter a contribuição.

 


 

 

  Implantação da APF: Obstáculos e Boas Práticas em um Caso Real - apresentado na 1ª Conferência Brasileira de Medição e Análise de Software, em 12 de agosto de 2009 


 

O objetivo desta apresentação é Mostrar um caso de implantação da APF numa organização, focando: APF como unidade de medição de contratos de desenv./manutenção, as dificuldades inerentes ao processo de implantação, boas práticas adotadas para favorecer o sucesso da iniciativa, particularidades para projetos de manutenção (melhorias), lições aprendidas, próximos passos para melhorar a maturidade do processo implantado.

 


 

 

  Estimativas de Software - Fundamentos, Técnicas e Modelos... e o principal, integrando isso tudo! - apresentado na Engenharia de Software Conference, Maio/2009 

 

Nesta apresentação você vai encontrar conteúdo relacionado à forma de usar PF, COCOMOIl, Simulação de Monte Carlo e seu bom senso em estimativas de software, além de dificuldades ao Estimar: Ambigüidade, Volatilidade ou Falta de Clareza, Falta de Medições Adequadas, Falta de Referências Válidas, Visão Distorcida do que Seja Estimar, A Quantidade de Funções Estimadas.

 


 

 

  APF: Unidade em contratos de software e as diferenças nas suas aplicações em estimativas" apresentado na Softsul, em Porto Alegre-RS, dentro do programa Panorama Softsul, Abril/2009 

 

O objetivo dessa apresentação é determinar o que o Ponto de Função mede: A função do software para seu usuário, O Usuário / Cliente e a sua Visão: Como definido pelo IFPUG, A Visão do Desenvolvedor / Fábrica: A implementação da função, Em quais termos a função do software é definida pelo IFPUG, Qual o papel do analista de métricas: Uma (já não tão) nova profissão.

 


 

 

  A contribuição de Pontos de Função para um programa de métricas de software - palestra apresentada na 3a Jornada de Tecnologia do Banco do Brasil Dez/2008 

 

Os diferentes tipos de contagem e a sua relação entre eles, Projeto de Desenvolvimento: Mede funções fornecidas na primeira instalação do software entregue quando o projeto está completo; Projeto de Melhoria: Mede modificações em aplicações existentes, entregues quando o projeto está completo; Aplicação (Baseline ou PF Instalados): Associada com aplicação instalada, mede funções atualmente fornecidas ao usuário.

 


 

 

  Abordagens para Estimativas de Projetos de Software - tutorial apresentado na COMDEX Ago/2004

 

Objetivos, Discutir dificuldades em estimar e estratégias, para sua superação, Conhecer o processo de estimativa de projetos de software, Introduzir as principais técnicas de estimativa, utilizadas pelo mercado, Apresentar estratégias para criar a base de conhecimento de estimativas. 

 


 

 

  Gestão de Contratos de Desenvolvimento de Software com a APF - apresentado na SUCESU Nacional Abr/2004 

 

Esta apresentação aborda aspectos da Contratação de Software, Gestão do Contrato, Formas de contratação, Homem Hora (HH), HH - Por um lado, Aplicação da APF x HH, Preço Global Fixo (PGF), Preço Unitário (PU).

 

 


 

 

  APF: Medição, Estimativas e Gerenciamento de Projetos de Software - apresentado na SUCESU-ES Abr/2004 

 

Importância da medição, uso da APF na gerência de projetos, uso da APF em estimativas, uso da APF em contratos de software, visão geral da APF, mundo das métricas funcionais, certificação CFPS.

 



 

  Aplicações da APF em Contratos de Desenvolvimento de Software - apresentado no SIMPROS 2003 

 

Nesta apresentação verá, Porque usar APF como unidade, pontos de função como unidade padrão, método padrão de medição funcional, centenas de empresas e profissionais, IFPUG - organização responsável, Projetos Individualizados, Fator de Crescimento.

 

 


 

 

  APF - O Metro Quadrado do Software - apresentado na FUMSOFT-MG Dez/2002 

 

Objetivos dessa apresentação é sensibilizar a audiência quanto à necessidade de medição de software, apresentar as principais aplicações da FPA como unidade de medida e processo de contagem; Apresentar técnicas para definir os objetos de medição; Introdução à Análise de Pontos de Função (APF ou FPA).

 


 

 

Modalidades de Contratação de Software - apresentado na SUCESU-ES Set/2001

 

O que é necessário para pagar por serviços de sistema com base nos resultados ( produtos ) fornecidos?, Modificar o enfoque de apenas contratar Pessoas e/ou Serviços para também contratar Resultados: Utilização mais efetiva dos recursos disponíveis, Maiores níveis de serviço, Atribuição de Responsabilidade - Garantia, Menor potencial para criação de Passivo Trabalhista.

 

 


 

 

Estudo Comparativo de contagens CPM, NESMA, Estimada, e FP Lite na Dataprev por Maurício Koki Matsutani e Luiz Flávio Santos Ribeiro.

 

 

 

Recursos

 

Artigos

 

 

Vídeos

 

 

Ferramentas

 

 

Editais

 

 

FAQ 

 

 

Literatura

 

 

Apresentações

 

.

 

.