Pontos de Função – Não se arrisque com uma Planilha- Scope

 

 

SCOPE™ - PROJECT SIZING SOFTWARE

 

 

Pontos de Função – Não se arrisque com uma Planilha

 

 

A Medição de Tamanho Funcional (Análise de Ponto de Função) é reconhecida pela Indústria Internacional de TI como o método mais eficaz para medição do tamanho do produto final de software para atividades de desenvolvimento e manutenção.

A tarefa de medição, a qual requer a identificação, categorização e avaliação de cada Processo e Grupo de Dados dentro do projeto desoftware, é uma atividade que demanda tempo, e requer Analistas de PF (Pontos de Função) treinados e experientes. O resultado de uma atividade de contagem de Pontos de Função é uma lista de Processos e Grupos de Dados com valores atribuídos e que precisam ser somados.

 

No atual ambiente de TI, sempre que há uma lista de valores a serem contabilizados, nós recorremos a uma planilha de Excel. Muitas organizações começam guardando suas contagens no Excel, uma vez que essa parece ser a estratégia mais fácil para começar. Isso é particularmente verdadeiro quando comparado a ter que descrever um plano do negócio para investimento de capital em um produto desoftware como o SCOPE Project Sizing SoftwareTM, que é construído especificamente para atender todos os requisitos de registro, validação e informação de um programa de contagem de Pontos de Função.

 

Quais são os problemas em se utilizar o MS Excel® para a contagem de Pontos de Função?

 

Poucos tomadores de decisão estão cientes do custo no longo prazo e do alto risco que estão correndo quando decidem usar uma solução em planilha, como:

  • Alto custo dos recursos para o negócio devido ao tempo perdido desnecessariamente ao fazer manualmente o registro, o gerenciamento, a validação e a geração de relatórios de contagem.
  • O risco comercial e financeiro oculto na utilização de dados errados e corrompidos como entradas para estimativa de recursos e cronograma para projetos críticos.
  • Custos com recursos futuros em ter que mudar decisões, quando o uso continuado do Excel se torna insustentável, devido a:
  • O número excessivo de planilhas que precisam ser gerenciadas;
  • Os dados que não podem ser convertidos ou importados;
  • O inaceitável custo para converter/importar tais dados.
  • Alto risco de falha no programa de contagem de Pontos de Função e a perda do investimento realizado em treinamentos e contagens, devido à frustração dos “contadores” em serem incapazes de gerenciar, reusar, auditar ou relatar facilmente as contagens.

Este artigo busca analisar os custos e riscos ocultos na utilização de planilhas, no qual ferramentas comerciais como o SCOPE procuram solucionar. Embora o investimento inicial em uma ferramenta possa parecer ser um custo adicional, a maioria das Organizações concorda que adquirir um software como o SCOPE se paga nos primeiros meses de contagem, principalmente devido ao tempo economizado.Além disso, ele pode se pagar em uma única contagem se, pelo menos um Processo ou Grupo de Dados é identificado e que talvez tivesse sido esquecido em uma contagem realizada em planilha. A omissão destes 6 PF destacados pelo SCOPE poderão ser cobrados do cliente ou usados para a criação de uma estimativa mais precisa, e assim evitar um gasto extra no projeto ou mesmo atraso da entrega.

 

SCOPE reduz pela metade o seu custo de contagem e otimiza o seu investimento, mas acima de tudo ele ajuda a prevenir o risco comercial de usar uma contagem incorreta de dados. Por exemplo, cada erro de 1 Ponto de Função em uma contagem terá um erro correspondente em uma estimativa de projeto de no mínimo $1000.

 

Algumas estatísticas de Pontos de Função e Projetos de Software:

  • O custo de entrega de ponto de função de uma funcionalidade em um projeto é de $500 a $1500 por ponto de função.
  • Um Analista de Pontos de Função tem um custo de cerca de $50 por hora para a Organização.
  • O tamanho médio de um projeto de TI é cerca de 300 Pontos de Função.
  • A taxa média de contagem de um Analista de PF utilizando planilhas de Excel é 150PF por dia, isto é, $2.60 cada Ponto de Função a ser contado ou $780 para contar um projeto.
  • A taxa média de contagem de um Analista de PF utilizando SCOPE é 300 PF por dia, isto é, $1.33 cada Ponto de Função a ser contado ou $399 para contar um projeto.

Resumo da Análise de Custos e Riscos

SCOPE x Excel® – Custo, Risco, Oportunidade Excel® SCOPE Benefícios do SCOPE
Evita o alto risco doscontadores não contabilizarem todas as funções, implicando em erros nas estimativas de projetos. X V As funcionalidades doSCOPE reduzem os erros de contagem, que evitam o risco de erros no orçamento ou atraso na entrega de projetos.
Evita o alto custo para contagem e auditoria de Pontos de Função. X V SCOPE economiza tempo e custo pois otimiza e automatiza o reuso de contagens anteriores.
Evita o alto risco dos resultados das contagens estarem errados devido às fórmulas corrompidas do Excel. X V SCOPE protege as fórmulas utilizadas nos cálculos e possui um controle inerente de validação, tornando os resultados confiáveis.
Evita o alto custo de contagens realizadas por pessoas experientes e qualificadas, que precisam saber as regras do IFPUG. X V SCOPE reduz o custodas contagens e as tornam mais precisas, provendo as regras e um sistema inteligente, capaz de orientar as decisões de contagem.
Endereça a baixa capacidade do Excel de rastreamento dos requisitos do usuário aos processos de contagem. X V SCOPE otimiza a "auditabilidade" das contagens e facilita a negociação com os clientes, provendo recursos para mapear os requisitos do usuário à contagem.
Evita o alto custo de sobrecarga em agregar as contagens dos portfólios aos relatórios de gerência. X V SCOPE possui uma única base da dadoscontendo todos os relatórios gerenciais, agregados por diversas visões: por Solicitação de Mudança, por Projeto ou do Portfólio de Aplicações.
Endereça a capacidade limitada do Excel® de usar perfis de projetos como entrada à tomada de decisões gerenciais. X V SCOPE possui uma capacidade de sinalizar e filtrar funcionalidades para avaliar oportunidades de desenvolvimento no projeto.
Endereça a incapacidade do Excel®de gerenciar a integridade do portfólio de contagens. X V SCOPE possui funcionalidades para manter a integridadedas contagens.
Endereça a incapacidade de garantir a segurançaaos dados das contagem de Pontos de Função. X V SCOPE possui funcionalidades de segurança de acesso aos dados de contagens.
Permite que as contagens sejamconvertidas para outras ferramentas de Ponto de Função em um formato padronizado, ao contrário do Excel, que não possui nenhum formato padronizado. X V SCOPEpossui funcionalidades paraimportar contagens do Excel e de outras ferramentas de contagem de Pontos de Função mais antigas.

 

Veja as seções a seguir, para ter uma visão detalhada de cada recurso provido pelo SCOPE para endereçar as limitações e restrições das soluções obtidas com a utilização do Excel.

 

Análise detalhada dos riscos de se usar uma planilha

 

1- SCOPE reduz o risco dos projetos serem subestimados

 

Histórico:

 

As funcionalidades de software possuem relações multidimensionais entre processos e o dados acessados, e a complexidade dessas relações lógicas que é mensurada e necessita ser registrada quando se dá a atribuição de Pontos de Função.

 

Contagem utilizando MS Excel:


Quando se utiliza uma planilha, a Análise de Pontos de Função precisa interpretar e transformar o software físico em um modelo lógico tridimensional, e então reduzi-lo em um modelo unidimensional toda vez que for contado um novo projeto para uma aplicação. É essa atividade de “interpretação/transformação” que requer a habilidade do Analista, e normalmente consome cerca de 90% do esforço da contagem para encontrar, e avaliar corretamente a função. Essa é também a parte da contagem de Pontos de Função que permite maior variação, uma vez que cada Analista irá abordá-la com diferentes informações, diferentes experiências, diferentes capacidades e diferentes modelos de estratégia. É essa “etapa de interpretação” que introduz essas variações vistas pelas Organizações em seus resultados de tamanhos de projetos – normalmente em torno de 25% quando os contadores utilizam planilhas para guardar as contagens de desenvolvimento e mais de 35% para contagens de melhoria. As contagens são tipicamente limitadas por esses valores. Não é comum, em nossa experiência, ver contagens que ultrapassam esses valores, a não ser que o contador tenha contado os artefatos físicos do software como telas, o que muitas vezes ocorre quando eles são inexperientes ou simplesmente porque o tempo disponível é demasiadamente limitado para encontrar as funções lógicas.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE provê a capacidade para o Analista em Ponto de Função em transformar o modelo físico do software em um modelo lógico tridimensional ser armazenado no SCOPE. Todos os relacionamentos entre os Processos e Grupos de Dados podem ser mapeados e armazenados a cada campo utilizado pelo processo. Uma vez que essa estrutura é gravada, validada e aprovada pelo projeto, então proverá uma linha de base (baseline) que poderá ser construída por cada contagem de projetos subsequentes de modo a garantir consistência e precisão nas contagens. O modelo precisa ser construído apenas uma vez! A consistência das contagens realizadas utilizando SCOPE possui menos de 10% de variação entre as contagens utilizando essa metodologia de construir cada contagem de acordo com o modelo funcional definido previamente.

 

SCOPE

Reduz o Risco
SCOPE diminui o risco de subestimar os projetos:
  • Erro de -35% em 300 PF = 100 PF, resultando em um projeto com:
  • $100.000 subestimado no orçamento;
  • 2 meses de atraso;
  • Erro de 100 PF em um contrato comercial baseado em $/PF corresponde a $ 100.000 que o fornecedor deixou de receber ou o cliente pagou por engano.

Reduz o Custo
Redução do custo de oportunidades perdidas para outras iniciativas à medida que uma contagem incorreta poderia não ter sido aprovada se o seu custo real fosse conhecido. Além disso o atraso na entrega pode também resultar em perdas de fatia de mercado (market share).

 

 

2- SCOPE reduz o custo com mão de obra para contagem

Histórico:


A fim de utilizar métricas para a melhoria dos processos ou para gerenciar os contratos, a maioria das Organizações contam Pontos de Função de todos os projetos e o impacto de cada projeto em cada aplicação que necessita de mudanças. Isso se espalha rapidamente para centenas de contagens de Pontos de Função.

Contagem utilizando MS Excel:


Quando as aplicações sofrem impactos de múltiplos projetos, rapidamente o número de planilhas geradas por cada aplicação se torna difícil de acompanhar e a capacidade de reuso e a influencia de resultados prévios de contagens apenas se torna possível se buscarmos e analisarmos todas as centenas de planilhas para encontrarmos quando um Processo em particular ou um Grupo de Dados específico foi contado pela última vez e o seu resultado em PF. Essa busca é agravada quando o Analista não tem certeza quanto ao “nome da função” que foi usada na contagem (por exemplo, a incerteza quanto ao nome do processo para modificar as informações de contato do cliente ser: “Modificar os Detalhes do Cliente?”, “Manter o Cliente?”, “Mudar as Informações do Cliente?”, “Atualizar Cliente?”). O reuso se torna particularmente difícil para projetos grandes, em que a contagem possui centenas de Processos e Grupos de Dados. Ao invés de gastar o tempo reaproveitando resultados antigos para garantir a precisão e consistência da contagem, a maioria dos Analistas em Ponto de Função começam tudo novamente e a cada vez gastam cerca de 50% - 90% mais esforço na contagem do que se eles pudessem pegar resultados anteriores como referência.

Contagem utilizando SCOPE:


O modelo lógico de software do SCOPE provê um framework catalogado com todas as funcionalidades que foram previamente contadas, e assim estas podem ser facilmente identificadas e reutilizadas. Mesmo que o contador não tenha certeza quanto o nome da função, a sua posição no framework provê uma indexação automática que o permite encontrá-la facilmente. Além do modelo lógico, SCOPE provê a capacidade referência cruzada entre as Funções Lógicas e as Entidades Físicas do Software (isto é, os Arquivos Lógicos podem ser mapeados a suas tabelas físicas correspondentes; processos podem ser mapeados para um ou mais de seus programas, telas, ou especificações). Sendo assim, quando uma mudança é identificada pelos programadores em uma Entidade Física, a sua Entidade Lógica correspondente pode ser facilmente identificada na contagem.

 

Isso não só faz as contagens serem mais precisas como garante que cada Função Lógica que é impactada pelas mudanças físicas será incluída como parte da avaliação do tamanho do projeto. SCOPE também permite uma descrição completa de todos os processos e arquivos gravados, e assim não haverá erros quanto à escolha de quais serão modificados. SCOPE possui uma sofisticada funcionalidade de busca que provê uma assistência adicional. O Analista de contagem de um projeto de melhoria pode então utilizar contagens existentes como um modelo para “marcar” as funcionalidades adicionadas, modificadas e/ou deletadas para sua contagem atual. Os processos e Arquivos Lógicos que são parte desse novo projeto podem ser identificados em segundos e gravados com precisão no Escopo do Projeto.

 

SCOPE

Reduz o Custo

SCOPE economiza no mínimo 50% do tempo de contagem para Projetos de Melhoria

  • Projeto de 300 PFs = economia de 4 horas por contagem = $400 por contagem;
  • SCOPE é pago com aproximadamente 10 contagens;

 

3- SCOPE reduz o risco de se usar dados corrompidos

 

Histórico:


Sempre que possível, os Analistas de PF tentam reutilizar contagens previamente armazenadas em planilhas como modelo para economizar tempo na armazenagem da “documentação” e detalhes das contagens.

 

Contagem utilizando MS Excel:


Se o Analista consegue encontrar uma planilha para “reutilizar” os campos registrados por uma contagem prévia, geralmente requer a manipulação da planilha deletando e inserindo linhas para incluir os processos e os dados impactados pelo projeto atual ou deletando toda a informação usada previamente.


Normalmente, as fórmulas foram criadas para obter os totais de um intervalo pré-definido de células. Essas fórmulas são muitas vezes corrompidas quando o Analista insere novas linhas fora desse intervalo, ou deleta linhas ou colunas, ou limpa os campos utilizados para validação ou provê valores estáticos. Em uma recente auditoria de contagens utilizando Excel de uma Organização Global, percebeu-se que em cada contagem, o total de PFs calculado utilizando Excel era diferente do total encontrado em uma contagem realizada manualmente (em um caso específico, 300% menor). Nesse caso, a fórmula para somar os totais estava somando apenas 30% das linhas na contagem. Em outra contagem, as linhas ficaram “escondidas”, sem serem percebidas pelo Analista de PF, e essas linhas “ocultas” estavam sendo incluídas de forma errada no tamanho do projeto. Quando o projeto é grande ou a contagem é realizada rapidamente, os erros são frequentemente negligenciados pelo Analista, que se baseia no Excel para calcular de forma correta. Outras questões ocorrem quando o Analista reutiliza acidentalmente uma contagem que foi posteriormente corrigida e, portanto, incorporando os erros antigos na contagem atual.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi construído especialmente para otimizar o reuso da contagem, tendo todas as fórmulas protegidas e possuindo funcionalidades para “validar” as contagens. Por exemplo, SCOPEirá derivar automaticamente a complexidade das funções baseadas no número de FTRs e DETs relacionados e automaticamente irá determinar se o arquivo é interno ou externo, baseando em como ele é acessado pelo Processo.


Os únicos erros que podem ser introduzidos nas contagens utilizando SCOPE são os erros humanos, introduzidos pelo Analista de PF, se equivocando ao determinar se um Processo ou Grupo de Dados foram impactados pelos requisitos do projeto.

 

SCOPE

Reduz o Risco e o Custo

SCOPE evita erros de contagem devido a possíveis fórmulas corrompidas nas planilhas, as quais baseando em nossa experiência, resultam em erros de 5% a 300% do resultado de contagens para Projetos de Melhoria.

Projeto de 300 PFs e um erro de 50% = $150.000 subestimado ou superestimado em um projeto, ou fornecedor recebeu esse valor a mais

 

4- SCOPE reduz a dependência de pessoas altamente qualificadas em medição

Contagem utilizando MS Excel:

 


As Organizações normalmente personalizam ou utilizam uma planilha gratuita para guardar suas contagens de Pontos de Função. A estrutura dessas planilhas geralmente restringe o Analista de PF para registrar todos os tipos de função na mesma lista. Ou seja, a contagem terá Entradas, Saídas, Consultas, Arquivos Internos e Externos, todos guardados na mesma planilha, utilizando as mesmas colunas. Uma vez que as regras para atribuir a complexidade dos Pontos de Função são diferentes para cada tipo de função, é quase impossível incorporar todas essas regras de complexidade dentro da fórmula lógica de uma única célula. Portanto, muitas das regras de “validação” de Pontos de Função do IFPUG são deixadas para o Analista realizar manualmente. Infelizmente, para pessoas iniciantes e para pessoas que realizam contagens com pouca frequência, isso resulta na atribuição de valores de PF inválidos para os tipos e complexidade das funções, e o Excel não dispõe de meios para identificação e sinalização desses erros. Como por exemplo, Saída Externa de alta complexidade = 6 PFs.


Poucas soluções com planilhas provê algum help online para os usuários que precisam saber a forma correto de preencher as planilhas para evitar que os dados sejam corrompidos. Quando as fórmulas das planilhas estão corretas ou os erros foram consertados, ainda sim, raramente há qualquer controle de versão para assegurar que os contadores somente utilizem a última versão corrigida da planilha para seus modelos de contagem.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi construído especificamente para otimizar a velocidade da contagem aplicando automaticamente todas as regras de cálculo do IFPUG de forma que um Analista de PF, contando um Projeto de Melhoria, apenas precise saber informações como: “um processo está sendo modificado por um projeto, e que agora acessa outro Grupo de Dados”. O Analista de PF apenas precisa relacionar os processos existentes com o novo Grupo de Dados, e SCOPE irá atualizar automaticamente a complexidade e o tamanho. Os contadores não precisam saber os intervalos de complexidade do IFPUG apropriados e nem precisam saber quais outros arquivos são acessados pelo processo, uma vez que essa informação é retida automaticamente por contagens prévias. SCOPE também provê um sistema especialista (FP Decision Maker) que caso o Analista de PF não tenha certeza em determinar se uma função é um Processo Elementar ou sobre o tipo do Processo Elementar, o FP Decision Maker irá alinhá-lo com o CPM, para tomar suas decisões e dará uma opinião especialista quanto ao resultado correto.

 

A contagem de Pontos de Função utilizando SCOPE permite às Organizações utilizar Analistas de PF menos experientes e alcançar uma maior consistência e precisão nas contagens. O Analista de PF também tem a capacidade de documentar suas contagens para que qualquer pessoa possa conferi-las e entender como eles tomaram suas decisões de contagem. Essas decisões ficam armazenadas e então todas as contagens futuras podem ser influenciadas por experiências de contagens antigas.


SCOPE abrange um contexto sensitivo, HELP de busca, juntamente com mais de 15 Tutoriais online para assegurar que sua utilização seja correta.


Além disso, a rastreabilidade de todas as decisões de contagem reduz o tempo com auditoria das contagens em cerca de 80%.SCOPE provê uma validação adicional para auxiliar na auditoria de seus relatórios, comparando os perfis de contagem com os perfis das indústrias, os quais destacam automaticamente possíveis contagens superestimadas ou subestimadas. SCOPE permite uma referência cruzada multidimensional entre contagem de Processos e Grupos de Dados e a especificação dos requisitos, permitindo ao auditor conferir de forma simples a plenitude da cobertura dos requisitos do usuário dentro da contagem.

 

SCOPE

Reduz o Custo


SCOPE economiza o custo de se utilizar apenas contadores experientes e “ensina” a contadores iniciantes as regras corretas de contagem, permitindo que eles tomem decisões corretas nas contagens. Com isso, as contagens ficam mais precisas e fáceis de serem auditáveis.


SCOPE economiza custo de auditoria, relatando automaticamente as variações dos perfis das indústrias e provendo uma sofisticada rastreabilidade nas decisões de contagens.

 

5- SCOPE auxilia na rastreabilidade dos Requisitos do Negócio

 

Histórico:


As contagens utilizando Ponto de Função tem sido cada vez mais usadas como base para gerenciamento de contratos terceirizados para medir o desempenho e para gerenciamento de escopo e custo de projetos de software. Os dados mostram que o custo usual de entrega de um software está entre $1000 e $1500 por Ponto de Função. Portanto, quando os fornecedores estão sendo pagos por Ponto de Função ou os desenvolvedores estão estimando custos utilizando Pontos de Função, então cada Ponto de Função é importante.

 

Contagem utilizando MS Excel:


Problemas com as planilhas surgem pois elas não possuem capacidade de “rastreamento” que registre as variações nos requisitos durante o projeto e que forneça uma trilha de auditoria dos Pontos de Função, documentando quando e como as mudanças ocorreram nas contagens e os motivos das mudanças. Normalmente, antes de pagamento ao fornecedor, o cliente requer uma auditoria da contagem do projeto, para garantir que todas as mudanças foram registradas de forma correta.


Uma vez que a contagem de Ponto de Função tem sido cada vez mais utilizada como base para o gerenciamento de contratos, a capacidade de auditar e rastrear as decisões de contagem e a referência cruzada das solicitações de mudança no projeto possuem uma importância relevante. Infelizmente, devido à capacidade limitada de notação dentro do Excel e o fato de cada processo na contagem ser restrito a uma linha, há uma capacidade muito limitada para registar:

  • Exatamente quais Grupos de Dados estão sendo utilizados por cada Processo e o Tipo de Acesso;
  • Decisões de contagem a respeito de como e por que um Processo foi contado;
  • Quais mudanças ocorreram na contagem, quando, por quem e por qual razão.

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi construído especificamente para prover rastreabilidade e “auditabilidade” nas contagens durante o tempo de vida de um projeto. Possui capacidade de monitoramento única, que permite relatar quando uma modificação foi feita no escopo do projeto e a natureza dessa modificação. Solicitações de Mudanças podem ser sobrepostas no mesmo projeto como um “rastreamento em camadas”, que pode ser aprovado e deixado na contagem, ou removido seletivamente com apenas “um clique de mouse”.

 

SCOPE

Reduz o Risco e o Custo


SCOPE reduz o risco, economiza custos com auditoria e garante o pagamento correto ao fornecedor, provendo elementos que permitem que:

  • Todas as mudanças nos projetos sejam registradas e então elas podem ser cobradas de acordo;
  • Auditores podem avaliar de forma rápida se as mudanças nos requisitos do projeto foram aplicadas aos resultados da contagem.

 

6- SCOPE reduz os custos de recursos para a geração de Relatórios

Histórico:


Os programas de software das Organizações não são mais aplicações stand-alone, e simpossuem múltiplas interfaces com várias aplicações. A ramificação desta interconectividade é que uma única operação de negócio será refletida em uma “cadeia de eventos” nas múltiplas aplicações. O mesmo efeito cascata ocorre quando uma operação do negócio necessita ser modificada, e tipicamente cada aplicação que utiliza esses dados também precisam ser modificadas. Assim, dentro de qualquer versão de um Aplicativo que pode ter cerca de 15 iniciativas de negócio (projetos) diferentes que impactam a Aplicação com uma ou várias solicitações de mudanças. Isso resulta em uma relação de “muitos para muitos” entre os projetos, aplicações e as solicitações de mudança que necessitam serem contadas.


O gerenciamento normalmente necessita agregar “tamanho” em uma variedade de formas, isto é:

  • Quão grande é essa versão da Aplicação? - para se realizar análise de produtividade e estimativa da versão (é necessário agregar o tamanho de todas as solicitações de mudança, de todos os diferentes projetos que impactam na aplicação).
  • Quão grande é esse projeto? - para entrar nos casos de negócio ou nos índices de produtividade (é necessário agregar o tamanho de todas as solicitações de mudanças do projeto em todas as Aplicações).
  • Quanto essa Aplicação foi impactada por este projeto? - para se tomar decisões a respeito de se continuar ou não (é necessário agregar o tamanho apenas das solicitações de mudanças para esse projeto desta aplicação).

Contagem utilizando MS Excel:


Planilhas que armazenam todos os processos impactados por um projeto para diferentes Aplicações, não são aptas para acomodar todas essas diferentes necessidades. Embora as informações possam ser extraídas manualmente de dezenas de planilhas, é perdido muito tempo com geração e extração de cada relatório. Embora o Excel tenha uma capacidade de relacionar as planilhas aos dados agregados, isso se torna insustentável e facilmente corrompido, uma vez que pode existir mais de 100 contagens relacionadas. A única alternativa seria extrair manualmente os resultados das contagens no final. Embora isso também esteja propenso a erros, mesmo se a contagem for auditada e corrigida, os índices de produtividade relatados raramente são revisados.

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi concebido para modelar essa relação multidimensional entre Projetos, Aplicações e Solicitações de Mudança, e com isso o resultado do tamanho das contagens pode ser agregado e relatado conforme o interesse do usuário e combinando estas relações. Tudo o que um Analista de PF precisa é atribuir um Projeto a uma Solicitação de Mudança e uma Solicitação de Mudança a uma Aplicação, e oSCOPE faz o restante.


SCOPE possui mais de 40 relatórios de gestão diferentes em todos os níveis de granularidade do Portfólio da Aplicação relatando a Aplicação, a Versão, o Projeto e o nível da Solicitação de Mudança, exportando os relatórios para os formatos HTML, MS WORD ou MS EXCEL para inclusão em outros relatórios.

 

SCOPE

Reduz o custo

  • SCOPE reduz o custo com relatórios de gestão, provendo geração de relatório automático do Projeto, Aplicação, Versão, Contagem de Sessão agregada conforme interesse do usuário.

 

7- SCOPE otimiza os investimentos em PF das Organizações

 

Histórico:


Contagens utilizando Ponto de Função podem ser utilizadas para diversos propósitos, muito além de serem apenas utilizados como entradas para estimativa e taxas de desempenho e produtividade, pode ser utilizadas para:

  • Determinar a aderência do pacote de funcionalidades aos requisitos do usuário;
  • Atribuir atributos às funcionalidades de software para distinguir entre os requisitos de alta prioridade e aqueles que podem esperar; e medir os diferentes escopos dos projeto, para negociá-lo com o usuário;
  • Registrar a extensão do retrabalho do Projeto para justificar iniciativas de melhoria do processo.

Contagem utilizando MS Excel:


Planilhas não permitem que as Organizações alavanquem o esforço despendido na contagem para ganhar os benefícios da análise quantitativa de seus aplicativos de software e projetos para tomada de decisão gerencial.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi concebido para ser capaz de “sinalizar” as funcionalidades a serem analisadas e relatadas. Esse método de relacionar os atributos é completamente customizável, permitindo aos gerentes do projeto determinar interativamente a proporção de seus projetos de software que satisfaça uma ou todas as combinações dos atributos. Por exemplo, se a contagem foi configurada para ter a seguinte lista de atributos, e eles foram atribuídos a Processos e Grupos de Dados, então eles podem ser seletivamente reportados utilizando o critério de seleção booleano de E, OU, NÂO:

  • Precisar ser configurado;
  • Precisa ser construído a partir do zero;
  • Pode ser implementado diretamente de um pacote;
  • Possui alta prioridade de ser implementado nesta versão;
  • Construído em .NET
  • Possui requisitos incompletos,
  • Etc.;

SCOPE

Provê informação quantitativa para a Tomada de Decisão

  • SCOPE leva as contagens de Pontos de Função para um outro nível, provendo um modelo funcional quantitativo, de forma que permita ser analisado em segundos para responder questões chaves do negócio.

 

8- SCOPE mantêm a integridade do seu Repositório de contagem

 

Histórico:


A maioria das Organizações começam a contagem de Projetos de Melhoria para suas Aplicações, e uma vez que eles descobrem que conhecer o tamanho funcional de seus projetos é significante para seu ambiente de desenvolvimento, eles querem mudar para o próximo nível, utilizando o tamanho de suas aplicações implementadas em seus suportes de métricas.

 

Contagem utilizando MS Excel:


MS Excel não possui a capacidade de pegar a contagem de um projeto e automaticamente aplicar as mudanças adicionando novas funções ou removendo funções obsoletas para atualizar a base de dados. Portanto, a maioria das Organizações é incapaz de manter o seu baseline de contagens relacionada com suas contagens atuais, assim como otimizar o seu investimento em contagens de Ponto de Função.


Apesar de ser possível completar o tamanho do baseline das Aplicações, erros podem ocorrer quando cada Projeto de Melhoria é contado e eles precisam aplicar “manualmente” as novas inclusões, mudanças e exclusões ao baseline a fim de manter seu tamanho atual. Isso aumenta significativamente o esforço da contagem. Para evitar esse tempo consumido com a manutenção manual dos detalhes de contagem, muitas Organizações lançam mão de apenas adicionar e subtrair do número total da “baseline”. A consequência é que seu investimento na contagem é desperdiçado, uma vez que ele não reflete mais as funcionalidades da aplicação para usar em outras decisões de negócio. Por exemplo, planejamento de desenvolvimento, contratos de suporte, etc.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPEfoi concebido para gerenciar automaticamente a manutenção da contagem, ou seja, sempre que um projeto é contado, ele é armazenado no baseline atual. Muitos projetos podem ser contados no mesmo nível, e quando o usuário decide atualizar o baseline, eles podem selecionar quais projetos serão atualizados. O SCOPE irá “adicionar” automaticamente novos Processos e Grupos de Dados, realizar mudanças nos elementos existentes e deletar quaisquer funções que tenham sido removidas pelos projetos. A “construção desse baseline” permite ao usuário utilizar SCOPE apenas para armazenar contagens de Melhoria e ele irá construir automaticamente obaseline ao longo do tempo.


Além disso, o SCOPE mantêm automaticamente a integridade do baseline quando os projetos são cancelados ou adiados.


A flexibilidade do SCOPE permite que ele “responda” a de decisões de mudança na implementação do projeto, por ser capaz de registar o seu impacto na Aplicação E ser capaz de decidir em não aplicá-lo, removê-lo ou mantê-lo para ser aplicado em um momento posterior, quando o projeto for aprovado ou reiniciado.

 

SCOPE

Otimiza o seu investimento em Ponto de Função

  • SCOPE libera os recursos atualmente utilizados para o gerenciamento de contagens de PF e otimiza o investimento das contagens dos baselines, mantendo-os automaticamente em cada projeto.
  • Se você realiza apenas contagens em Projetos de Melhoria e não possui um baseline, então o SCOPE “construirá” automaticamente o seu baseline, utilizando informações de cada projeto e assim otimizará o investimento em Pontos de Função.

 

9- SCOPE protege a segurança do seu investimento em PF

 

Histórico:


Muitas Organizações possuem um elevado investimento com treinamentos e com os valiosos recursos amarrados em suas contagens de Ponto de Função. Em mais de um ano, isso pode rapidamente somar centenas de milhares de dólares.

 

Contagem utilizando MS Excel:


Excel não possui nenhuma capacidade de gerenciamento que garanta que:

  • As contagens não sejam “perdidas” ou extraviadas, quando são salvas em computadores pessoais;
  • Os Analistas de PF utilizem apenas as últimas contagens, e quando forem reutilizar uma contagem como modelo, não utilizem uma versão que ainda não tenha sido validada.

Para lidar com a complexidade de gerenciar milhares de planilhas para centenas de aplicações, as Organizações normalmente precisam atribuir um tempo para gerenciar a segurança de suas contagens, para evitar que elas sejam sobrescritas ou perdidas. Apesar de todo esforço, isso ainda pode ocorrer. Esse recurso pode custar mais de $50.000 por ano. No entanto, após o primeiro ano de contagem, muitas Organizações simplesmente desistem das suas atividades de contagem, uma vez que o esforço e a sobrecarga ficam muito altos para justificar os retornos sobre esses investimentos.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE foi concebido para gerenciar a segurança e o controle de configuração das contagens, uma vez que cada contagem de PF pode ser armazenada em um repositório e ser “aceita” e “liberada” pelo gerenciador do repositório. Quando contagens são aplicadas simultaneamente ao mesmo baseline SCOPE possui uma capacidade única de aplicar as contagens em “camadas”, permitindo assim que elas sejam reportadas de forma independente ou podendo ser mescladas, e assim as informações referentes à última contagem atualizam o baseline em vez de sobrescrever uma contagem anterior.

 

SCOPE
Reduz o Risco
  • Possui todas as funcionalidades para segurança de acesso às contagens e integridade das contagens em um repositório central.
  • Contagens realizadas concorrentemente na mesma aplicação poderão ser unificadas sem o risco de sobrescrever as informações das contagens.

 

10- SCOPE é um investimento no futuro do Programa de PF

 

Histórico:


Em nossa experiência de 20 anos implementando Programas de Medição em todo o mundo, 80% deles não sobreviveram por mais de 2 anos. Essa falta de êxito se dá por vários motivos, seja por que falham ao planejar seus investimentos e ao garantir que sua estratégia seja escalável, ou mesmo ao investir em treinamentos e ferramentas corretas visando garantir o sucesso contínuo.

Contagem utilizando MS Excel:


Planilhas de Excel para Análise de Ponto de Função utilizadas por diferentes Organizações tendem a possuir diferentes layouts e conteúdos, tornando praticamente impossível que ferramentas proprietárias automatizem a importação de dados futuramente, quando as Organizações decidirem evoluir e investir em uma ferramenta. A maioria das ferramentas especialistas em APF atuais possuem funcionalidades para importar de uma planilha, entretanto o formato da planilha é pré-definido. Portanto, se uma Organização decidir migrar para uma ferramenta proprietária, poderá ter custos significantes para transformar os dados das planilhas de APF para um formato que possa ser importado.

 

Além disso, todas as ferramentas atuais permitem que apenas uma planilha seja importada por vez, e mesmo após essa transformação, é gasto muito tempo com o esforço para importar manualmente centenas de contagens e então conferir se elas foram importadas corretamente. Muitas vezes, informações valiosas são perdidas porque são armazenadas como uma concatenação de strings, em vez de em células separadas, não sendo possível ao software de importação decodificá-las. Isso normalmente consome cerca de 1 hora por contagem para cada aplicação transformar e importar uma contagem de Excel para uma ferramenta como o SCOPE. Isso pode ser traduzido para centenas de horas (100 horas * $50/hora = $5.000), mas pode ser evitado se a ferramenta for adquirida no início da atividade de contagem de Ponto de Função.

 

Contagem utilizando SCOPE:


SCOPE possui funcionalidades de importar planilhas externas para suas planilhas.
Ela é a única ferramenta de contagem de Ponto de Função especialmente concebida para ter a capacidade de importar todos os dados de contagens de ferramentas antigas, como o Function Point WORKBECH.

 

SCOPE

Protege o seu investimento em PFs

  • SCOPE pode importar as suas planilhas existentes, permitindo que você possa aproveitar o esforço gasto com as contagens antigas.
  • SCOPE otimiza as chances de sucesso do seu programa de métricas.

 

SCOPE se adquirido no início das atividades de contagem de Pontos de Função, paga por si só dentro dos primeiros meses e então permite a economia de dinheiro para cada contagem ou auditoria futura, e ao mesmo tempo, protege o seu investimento em PF, evitando os riscos inerentes à utilização de planilhas.

.

 

.